sexta-feira, 5 de março de 2021

Assémico.

Assémico é o mesmo que dizer assemântico. A palavra é muito usada quando se refere à escrita dentro do contexto da pintura caligráfica expressionista, do gestualismo e da chamada poesia visual.

O melhor exemplo espontâneo de escrita assémica será por exemplo as "garatujas" de uma criança que ainda não aprendeu a desenhar as letras, mas que risca cursivamente o que será uma caligrafia à qual atribui um significado (uma carta ao "menino jesus")que possivelmente não conseguirá explicar algum tempo depois.

Assémico é também por definição o desenho, naquele sentido em que dizemos que um desenho vale mil palavras. Resta perguntar quais palavras e da boca de quem?

Por fim para o leigo, e somos todos leigos, assémico é por exemplo o uso de sinais sem que estes sejam sinais compreensíveis, isto é, sinais que deixam de o ser. Pode ser a escrita de uma prescrição médica ilegível pelo farmacêutico; pode ser o assinar com uma cruz; pode ser um conjunto de caracteres descontextualizados como a ilustração mostra.

Assémico é também o turbilhão de memórias, ideias, fantasias, receios, etc. que fazem o ruído de fundo do nosso pensamento o qual as filosofias orientais tentam parar com a prática da meditação. Ou então não é nada disto.




lista de verduras


 

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

Da memória: a facilidade de ouvir o mar no ôco de um bùzio e a dificuldade de desenhar uma fonte barrôca em forma de Xarrôco.

 









e é verdade que me dá jeito escrever assim com acento circunflexo:

môlho em vez de molho

môlhos em vez de molhos

côr em vez de cor...

há vezes em que se deve irrar assim aprendi com a

Sallete Tavares.


os desenhos são parte de um envio de arte postal

 para Dora Iva Rita.